quinta-feira, 28 de março de 2013

Deus e os ateus


Você acha que Deus vai mandar os ateus para o inferno só porque eles não acreditam Nele? Que nada! Deus e os ateus são, na verdade, grandes amigos!

Deus prefere os ateus, quem diria?

Saca só o que os ateus andam falando de Deus por aí:








Mas bah! Isso é que é amizade, tchê!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Ateus-modinha


om o crescimento de diversos blogs, vlogs, sites e fóruns sobre ateísmo na internet, surgiu um grupo novo de pessoas que se dizem ateias, mas que, na verdade, nem sabem exatamente o que significa ser ateu... 

Essa turminha faz parte de um grupo que alguns rotularam de "ateus-modinha", que nada mais são que pessoas que se intitulam ateias apenas porque acham que ser ateu é a nova onda do verão. Muitas dessas pessoas apenas seguem a manada e decoram meia dúzia de argumentos tirados dos livros do Richard Dawkins, tentando convencer aos outros e a si mesmas que elas não acreditam em Deus.
A maioria desses ateus-modinha são adolescentes ou pré-adolescentes que estão de mal com Deus, enjoados de ir a igreja ou que, simplesmente, veem a religião como uma coisa chata e ultrapassada. E é aí que eu acho que mora o problema. Uma coisa é você se tornar ateu através das suas próprias reflexões e questionamentos – outra coisa é você colecionar argumentos para justificar a sua preguiça de ir ao culto.

Honestamente falando, eu acho que o crescimento do número de irreligiosos (veja bem, eu falei 'irreligiosos', e não 'ateus') é algo bom para a sociedade, pois assim reduzimos o número de pessoas que dão uma generosa fatia do seu salário para pastores e que votam em religiosos para o poder legislativo apenas por eles serem da mesma denominação. Acho que ateus conscientes são bem melhores que crentes inconscientes – mas ser um ateu inconsciente não difere muito de um crente inconsciente. Afinal, pessoas inconscientes de suas posições ideológicas tendem ao fanatismo e à ignorância. E é exatamente aqui onde reside o perigo, pois além de se tornarem uns malas sem alça, os ateus-modinha acabam sendo muitas vezes insensíveis com as pessoas que pensam diferente. Eu vejo alguns ateus (ou pelo menos pessoas que se dizem ateias) compartilhando nas redes sociais certos posts da ATEA que são, muitas vezes, bastante ofensivos e que só servem para deixar os religiosos com raiva. Ao invés de conscientizarem as pessoas dos males que a religião pode trazer, elas estão fazendo com que os religiosos detestem ainda mais o ateísmo e estereotipem os ateus de forma negativa.

Ateu convicto?
Já essa história de "ateu convicto" é um rótulo que preocupa um pouco quando vindo de pessoas muito jovens. Digo isso a partir do meu próprio exemplo: eu, que já estou quase com a idade que Napoleão perdeu a guerra, não tenho 100% de certeza com relação às minhas crenças – imagine então um adolescente que ainda está em fase de formação de suas ideias... Eu costumo dizer que eu não sei o que eu sou, mas com certeza eu sei o que eu NÃO sou. E eu não sou religioso, com certeza. Mas não ser religiosos não torna alguém ateu, porque existem outras definições para os irreligiosos, tais como: deístas, panteístas, pandeístas, panenteístas, agnósticos, ignósticos, apateístas ou até teístas irreligiosos. Creio que muitos ateus-modinha pertençam, na verdade, a um desses grupos citados, mas aderem ao ateísmo porque se vende uma falsa dicotomia entre religioso ou ateu. Então se eu não sou religioso, eu tenho que ser obrigatoriamente ateu? Claro que não!
O ateísmo me parece mais uma oposição ao teísmo, só que também é possível se opor ao teísmo sendo deísta, por exemplo.

O que eu acho é que as pessoas deveriam formular melhor as suas ideias antes de se auto-rotularem como algo. Só devemos declarar o que nós realmente temos certeza que somos. Se você não segue nenhuma religião mas não sabe o que é, diga apenas que não tem religião, pronto. Ser ateu é algo meio radical porque este rótulo pressupõe que você não acredita em nenhuma divindade. Mas será que não existe nenhuma possibilidade de existir mesmo algum deus (ou deuses)? Tem cem por cento certeza?


Ah, e você deve está se perguntando o que EU sou. Pois bem, eu sou uma metamorfose ambulante, porque sempre estou revendo meus conceitos e posso mudar de ideia a qualquer momento. E isso não é insegurança, é humildade, porque eu simplesmente não sei se há ou não deuses. E no que eu acredito? Eu acredito em tudo aquilo que não contraria as evidências. Se eu acredito em Deus? Bom, depende de que deus você esteja falando. Os deuses das religiões são anedóticos para mim, mas deuses impessoais podem perfeitamente existir. Como falei, sou humilde e não sei. Acho que não sou nada, viu? Rótulos são apenas meios de agrupar pessoas em rebanhos. E rebanho por rebanho, eu tô fora! Quero mais é ser livre para acreditar no que eu quiser!

Não gostou?

Então vai ver se eu tô na esquina, vai!

sábado, 16 de março de 2013

O pseudo feminismo e a sexualidade





Atenção: esta postagem é para maiores de 18 anos!
Se você tiver menos de 18 anos, vai passear lá no site da Disney!
Depois não diga que eu não avisei!

Quem acompanha esse blog já há algum tempo sabe que eu apoio integralmente o feminismo. O que eu não concordo são com alguns exageros impostos por algumas mulheres que se intitulam feministas. E esses radicalismos vindo de pseudo feministas acaba, na verdade, denegrindo a imagem do verdadeiro feminismo.

Num dia desses, eu li uma notícia que me deixou meio confuso: uma suposta líder feminista chamada Helena Ramirez resolveu ir a público fazer uma série de declarações polêmicas a respeito da sexualidade humana. Nem vou usar as minhas palavras para descrever o que li, vou copiar e colar um trecho da matéria logo abaixo para que cada um tire as suas próprias conclusões:

'Líder do movimento feminista proíbe que mulheres transem de quatro':

"Líder do movimento feminista brasileiro afirma que 'mulher que se submete a fazer sexo na vexatória posição ‘de quatro’ está jogando no lixo as décadas de luta das mulheres conscientes'. Para ela “quem se coloca ‘de quatro’ se anula como mulher, vira apenas um receptáculo de líquido seminal. Outro ponto polêmico da entrevista foi quando o entrevistador a questionou sobre sexo anal, ela foi enfática ao dizer que "homem que busca sexo anal em relação hétero está fazendo estágio pra virar ‘viado’, esposa que alimenta este fetiche está na verdade ajudando ainda mais a reduzir a oferta que já não é das melhores".

O entrevistador chegou a se exaltar com os argumentos apresentados pela feminista, especialmente quando ela chamou de alienadas imbecis as mulheres que engolem o sêmen dos parceiros. Para a antropóloga Helena Ramirez, 'o sêmen é um excremento humano assim como as fezes e a urina. Fazer a deglutição deste lixo é se mostrar como uma lixeira'."
Fontes:
Tramado por Mulheres
Bobagento
Blog do Asmodeu

Pois bem, vamos tentar analisar isso por partes:

Olha só o que estão querendo fazer...

História estranha...
Talvez seja desnecessário dizer que achei essa proibição uma grande anedota, mas o que me chamou mesmo atenção nessa história toda foi a ausência de fontes confiáveis. Não encontrei a suposta entrevista da tal líder feminista no Programa do Jô (como se referiram nas fontes) em canto algum e também não vi nenhuma feminista endossar que as mulheres não possam fazer isso ou aquilo no sexo. Tudo me leva a crer que isso tudo não passou de uma grande lenda urbana (um hoax). Apesar dessa história parecer mesmo uma balela mal contada, eu já tive o desprivilégio de conhecer algumas mulheres que concordam em gênero, número e grau com o que foi dito pela suposta senhora Ramirez. Basta ver frases de mulheres como Andrea Dworkin, Marilyn French, Hodee Edwards e Cheryl Clarke que percebemos que o radicalismo feminino é algo real. Por isso mesmo quero me dar ao trabalho de refutar essas ideias defendidas pela senhora Ramirez sem que ninguém pense aqui que estou 'chutando cachorro morto'.

Proibida para mulheres

Sobre proibir certas posições...
Seria cômico – se não fosse trágico – escutar da boca de alguém que se julgue feminista que as mulheres não podem se divertir na cama porque algumas posições sexuais "traem" um movimento de cunho social. Aliás, proibir posições sexuais para mulheres é uma ideia tão fácil de refutar que me recuso a acreditar que alguma pessoa com mais neurônios que uma samambaia de plástico tenha dito tal groselha. Mas se existir alguém que seja estúpido o bastante para concordar com proibições sexuais, eu já começo dizendo que isso é uma invasão de privacidade. Entre quatro paredes e na intimidade de cada casal, o que vale é o que é aceito pelos dois lados. Se são adultos e estão em comum acordo, não vai ser uma líder feminista que vai dizer o que uma mulher pode fazer ou não com o seu marido debaixo dos lençóis. Outro aspecto a ser relevado, e que também refuta o que a tal líder feminista falou, é que as mulheres têm uma sexualidade muito complexa e, por conta disso, podem sentir prazer de várias formas e em várias posições. Como cada uma sente prazer de uma maneira diferente, se por acaso uma mulher sentir prazer justamente nessa posição “proibida”, será que ela vai ter que se reprimir e deixar de sentir prazer? Será que ela vai ter que deixar de transar como gosta para dar bandeira a um movimento que extrapola os aspectos políticos e econômicos para se meter na intimidade dos outros?
Será que vão proibir marcas também?
Se esta cidadã que declarou tal barbaridade fosse realmente uma feminista, ela diria simplesmente: não se submetam ao sexo sem prazer, porque as mulheres têm o mesmo direito dos homens de sentir prazer. E isso independe de posição, se é de 4, de 5, de 6, de ponta cabeça, rodopiando no ar, pendurada no lustre, fazendo pirueta... A mulher que sente prazer nesta posição “humilhante” é que vai se sentir prejudicada. O problema aqui não são as posições: o problema é atitude passiva das mulheres que se submetem ao sexo sem prazer. Não adianta nada ela não transar de quatro, se ela se submete a outras posições ou práticas que não a dão prazer.
Creio que a grande lição aqui se resume a uma ideia muito simples: se não gosta de algo, não faça!


"Me aqueça!
Me vira de ponta cabeça
Me faz de gato e sapato
E me deixa de quatro no ato
Me enche de amor, de amor"
(Rita Lee, Lança Perfume)


E se você duvida que alguma mulher possa gostar de transar na posição “cachorrinho”, para o seu governo, tem muita mulher por aí que gosta de transar assim, e que, inclusive, CHORA DE PRAZER nesta posição! Abaixo eu vou deixar o depoimento de uma garota que confessou ter chorado de prazer nessa posição em sua pergunta no Yahoo Respostas:

"Vcs homens jah viram ou fizeram uma mulher chorar de tanto prazer?
Mulheres, vcs jah choraram ou tiveram vontade de chorar fazendo sexo?
Gente, naum tirar sarro com minha pergunta....to falando isso, pq quando eu gosto de um cara e ele faz muito gostoso, na pocisao de 4 fica tao gostoso que eu tenho vontade de chorar de prazer...numa hora q eu to no up sabe....mordo o travesseiro , dou umas gemidas...nossa mas quando ele ta metendo de 4 agarrando na minha cintura aiiiiiiiiiii.....eu choro de prazer....(choro na vara)..rsss eh verdade...Ficaram sabendo de um caso assim???"
Fonte:
Chorar de prazer no sexo? (Link da pergunta feita no YR)

Com essas atitudes controladoras, o feminismo radical fica parecendo uma religião cheia de dogmas e coisas que as mulheres podem ou não fazer. E aí que entra a minha crítica ao movimento: o feminismo deveria apenas dizer: Faz o que tu queres, menina! Seja livre para viver sem tabus, sem sexismos e sem imposições. O teu sexo é apenas teu e não dos outros, faz da tua sexualidade o que tu quiseres e o que te der mais prazer.

Muito bem, filha, ensina pra elas como se faz...

“Faz o que tu queres
Pois é tudo
Da Lei! Da Lei!”
(Raul Seixas, Sociedade Alternativa)


Sobre a porta dos fundos...
Agora com relação ao bendito sexo anal, lembro que li certa vez sobre um conjunto de leis que vigoraram na Inglaterra Vitoriana, lá no século XIX, chamadas de Leis da Sodomia. Estas leis proibiam qualquer forma de sexo que não visasse a reprodução, podendo dar cadeia a quem praticasse coisas “abomináveis” como o sexo anal ou oral, por exemplo.
Eu tenho a impressão que esta suposta feminista deve ter se inspirado nessas leis para se referir de forma tão preconceituosa à cópula anal. Aliás, já vi movimentos de mulheres heterossexuais reclamando que não são só os gays que têm direito a este prazer. É evidente que a maioria das mulheres não vê graça nessa variação, mas sempre tem as exceções...

Não se metam nisso

Ainda sobre a tal sodomia, vou deixar a seguir dois depoimentos de mulheres que curtem a prática dissociando-a de qualquer tipo de sexismo ou preconceito moral. Um desses depoimentos foi de uma leitora tirada do site do "mulherólogo" Xico Sá e a outra foi de, adivinha de onde: dos comentários do blog Escreva Lola Escreva, conhecido por ser um blog feminista. Saca só:

"Querido Xico Sá, sou uma brasileirinha fogosa casada com um sueco que, gracas a Deus, dá no couro sim, mas temos um probleminha que me angustia demais da conta…
Não importa o que eu fale pra ele, ele não aceita de jeito nenhum fazer sexo anal. Três décadas de feminismo e igualdade sexual na Suécia estragaram meu homem, ele não quer porque não quer, e diz que fazer assim é degradante para a mulher!!
Não adianta dizer que eu gosto, que eu peço pra ele parar se doer, não adianta rebolar, dançar funk, striptease, lap dance, meu latifúndio ele não quer! Bem o que eu tenho de melhor!
Miss Corações Solitários, me sinto rejeitada, não adianta ele me chamar de linda, de amor da vida dele, fazer oral em mim com gosto… Enquanto não me possuir por trás nosso casamento não está consumado!
Como faço pra convencer meu hippie-esquerdista-feminista a voltar a ser um viking-pilhador-desalmado???"
Fonte: 
Ela quer sexo anal, ele se recusa (coluna de Xico Sá da Folha de S. Paulo)

Outro depoimento:

"Eu ADORO sexo anal. Sério mesmo! Já larguei um cara porque ele era muito preconceituoso: associava sexo anal a humilhação, à homossexualidade, não gostava nem de pensar no assunto! Eu, como mulher inteligente e emancipada que sou, aprecio as sensações do sexo anal, e me sinto muito livre ao experimentar essa modalidade de sexo sem tabús nem julgamentos. 
Tudo depende da atitude de quem está fazendo isso com você. Aquele cara que eu larguei nunca fez sexo anal, morria de medo e nojo, e jamais pediria para uma mulher liberar o seu, mas ele tinha uma atitude muito mais misógena, machista e controladora do que os homens que se prestaram a essa brincadeira comigo..."
Fonte: 
A fixação por sexo anal (do Escreva Lola Escreva)

Moral da história: tentar proibir alguém de fazer a festa pela porta dos fundos, além de não adiantar nada, também não ajuda em nada.

Bebendo lixo, ops, champanhe!


Sobre a deglutição do sêmen...
Eu até concordo que o sêmen, apesar de possuir muitos nutrientes, não é um lá um bom suplemento alimentar. A questão da ingestão é muito controversa porque é muito comum ocorrerem ingestões acidentais – e não apenas do sêmen, mas também daquele néctar lubrificante que escorre da perseguida durante o oral feito na mulher. Por isso, quem cai de boca deveria saber que o risco de se engasgar com alguma coisa existe. Mas muito pior que isso é o risco de pegar alguma doença se o líquido estiver infectado. O que a tal feminista deveria ter dito era apenas: usem camisinha! Pronto. Pra que complicar mais? Agora vir com esse papinho de que o esperma humano é lixo, francamente... Vai estudar biologia, minha filha! Se o sêmen é lixo, então quem proferiu tal frase é uma mosca-varejeira, afinal, não são elas que nascem do lixo?
Sempre que ouço alguém vir com essa história de que o sêmen é sujo, lixo e tal, ponho como resposta aquele famoso vídeo do jogo da verdade no BBB 10 e da mulherada do Papo Calcinha, que parecem não concordar muito com essa pseudo feminista com relação ao assunto... Mas para não ficar repetitivo e descontrair um pouco, vou deixar abaixo a resposta da sexóloga Laura Muller a uma pergunta sobre esse assunto no programa Altas Horas. Aqui a sexóloga alerta sobre o que realmente é necessário:


Fechando a tampa do caixão...
E, para dar um ponto final neste assunto, vou roubar as palavras de um depoimento que li por aí num fórum da vida sobre esse assunto e que resume o meu pensamento sobre tudo isso:

“As mulheres já foram reprimidas demais sexualmente para aturar mais essa.
Isso é semelhante a proibir que as mulheres se sentem de pernas cruzadas porque assim elas tornar-se-ão iguais aos homens e não precisarão reprimir a sua postura.
Na boa, raciocina um pouco: você acha que um movimento que luta pela liberdade das mulheres deve proibir alguma coisa? É no mínimo contraditório.
Por que não vão censurar as safadezas que ocorrem na política brasileira?
Uma feminista que defende uma ideia tosca e retrógrada como essa perdeu completamente a noção do ridículo.
E eu que pensava que só a igreja censurava posições, aff...”.

O resultado dessa presepada radical "em nome" do feminismo são mulheres que estão abandonando o movimento devido a esses absurdos sem noção. Um exemplo clássico foi de uma ex-feminista que largou a bandeira e escreveu os seus porquês com todas as letras no blog Tramado por Mulheres. O link do desabafo da garota segue abaixo para quem quiser conferir:
Porque deixei o feminismo de lado...

No blog do Doutor Asmodeu há uma postagem espetacular refutando esse amontoado de asneiras defendidos por essa pseudo-feminista. Recomendo amplamente que leiam ou que, pelo menos, conheçam o seu blog. Links abaixo:
Sexo de 4 é degradante?
Consultório do Dr. Asmodeu

Uai, não gostou?

Então se mata, meu! Rarará!

sexta-feira, 15 de março de 2013

Os 10 especiais mais marcantes dos jogos de luta


Como faz bastante tempo que eu não publico nenhuma postagem sobre games aqui no blog, resolvi então matar um pouco da saudade sobre o tema criando mais uma toplist. Desta vez, vou listar em ordem crescente os golpes especiais mais fantásticos e inesquecíveis dos jogos de luta.

Os golpes especiais, ou ultra golpes, são aqueles ataques que costumam causar mais dano nos adversários que os golpes convencionais. Geralmente os games dão uma ênfase a este tipo de golpe parando o tempo por um instante e mudando as cores da tela quando ele é executado. E se o golpe especial nocautear o adversário, quase sempre vemos um verdadeiro show pirotécnico na tela.
Então vamos começar logo essa lista pelo décimo lugar:

10º - Ciclone dos infernos

Dono do golpe: Goenitz
Game: The King of Fighters 96

Quem jogou o fabuloso KoF '96 até o fim certamente deve ter ficado traumatizado com o chefão final deste game. Este chefão era, nada mais, nada menos, que o megaputaqueparivelmente apelão Goenitz. Sério: a SNK juntou tudo que tinha de mais apelão em um personagem e jogou neste chefe. Os desenvolvedores realmente perderam a noção do bom senso na hora de criar os seus golpes absurdos que bloqueavam ataques e ao mesmo tempo arrancavam um life insano. O resultado é que este boss é possivelmente o mais difícil da série KoF. E como se não bastasse toda essa loucura em nome dos deuses da apelação, ainda o deram dois especiais completamente sacanas, sendo que um deles era indefensável e podia ser usado a qualquer momento e de forma ilimitada. Sentiu o drama?



9º - Toguro 100% Attack

Dono do golpe: Toguro Ototo
Game: Yu Yu Hakusho 2

No único jogo decente do anime Yu Yu Hakusho para SNES tivemos um personagem que entrou para o hall da fama dos vilões carismáticos: o Toguro Ototo. Uma característica bem particular deste personagem era a sua habilidade em aumentar a sua força e a sua massa muscular através de porcentagens friamente calculadas. Neste game nós enfrentávamos o Toguro com 30%, 80% e 100% da sua força. O problema aqui pegava quando ele enchia a barra de especial e soltava o seu golpe de misericórdia nos 100%, onde ele atravessava toda a tela como um tanque de guerra desgovernado. Mesmo quando bloqueado, este golpe tirava quase a metade do seu "sangue".



8º - Ultimate Atomic Buster 
(Super Pilão Giratório)

Dono do golpe: Zangief
Game: Street Fighter 4

Tá certo que o Zangief pode ser lento, pesadão, não solta hadoukens e não ataca de longe... Mas, em compensação, ele possui um dos golpes mais temíveis de todos os tempos: o especial do Super Pilão Giratório! Tudo bem que o golpe só funciona quando estamos muito próximos ao adversário, mas a quantidade de life que ele arranca e o fato dele ser indefensável o tornam um especial absolutamente apelativo. O difícil mesmo é aplicá-lo, pois é necessário dar um 720° no direcional e apertar os três botões de socos simultaneamente.



7º - Metsu Shoryuken

Dono do golpe: Ryu
Game: Street Fighter 4

Você deve estar se perguntando o que este ultra golpe está fazendo nesta lista, já que ele não é tão forte e nem tão apelão. A razão do Metsu Shoryuken está aqui é simples: a elegância, a beleza e a intensidade com a qual o Ryu o aplica. Vamos assistir o vídeo abaixo para entender melhor:


Pode parecer frescura, mas este golpe tem todo um contexto: primeiro a tela fica toda branca, depois a música para e, por fim, ouve-se o som dos ossos sendo esmigalhados pelos três poderosos socos. Outro fato marcante é que o queixo do adversário costuma ficar deformado na hora do segundo soco, o que rendeu algumas paródias engraçadas ao golpe, espia aí:








Agora vai me dizer que este o Metsu Shoryuken não é digno de aparecer nesta top ten?



6º - Oomiwa (Supreme Divinity)/Orochi's Light

Dono do golpe: Orochi
Game: The King of Fighters 97

Do alto da minha experiência com os games da série KoF, eu confesso que o Orochi é um dos bosses menos difíceis da saga. Para um suposto deus (como é revelado na história), Orochi deixa mesmo a desejar. Porém, este ser apocalíptico possui um especial terrivelmente apelão que toma a tela inteira, ofusca tudo e arranca pelo menos uns 70% do seu hp. Apesar deste golpe ser defensável, se ele for aplicado enquanto você estiver no ar, bye-bye, amiguinho: Orochi vai te mandar pro colo do capeta.




5º - Max Brutal God Project


Dono do golpe: Igniz
Game: The King of Fighters 2001

Este é sem dúvida o especial mais absurdo de toda a série KoF. O boss-deus Igniz ficou conhecido por ser um dos mais difíceis de toda a série devido aos seus superpoderes e a sua capacidade inexplicável de ler a mente do jogador, adivinhando quais golpes seriam aplicados antes mesmo deles serem executados. Por tudo isso, acho muita sem-noçãozice de alguns jogadores tentar estudar seus movimentos, pois com essa tática mequetrefe, em menos de dez segundos você estará nocauteado no chão. O negócio aqui é apelar para trapaças e atacar com força total, pois só assim dá para equilibrar os nossos poderes. Mas pior que tudo isso é o seu mega-ultra-super-apelão especial, que arranca um life desgraçado e ainda te deixa traumatizado com o seu sadomasoquismo pirotécnico repleto de efeitos especiais.



4º - Maximum Thunderbolt

Dono do golpe: Dark Storm
Game: Mugen


Ok, eu sei que o Mugen não é um game oficial lançado por uma empresa e que não passa de um aplicativo para PC que simula jogos de luta. Mas e daí? Também conhecido como Ryu Negão, Dark Storm é um personagem absurdamente poderoso presente no Mugen e que possui golpes totalmente surrealistas. Além da sua capacidade bizarra de criar clones de si mesmo durante a luta, Storm tem um especial onde ele faz cair uma saraivada de raios do céu, como se estivesse liberando 1 trilhão de volts em cima do oponente. Pior que isso: ele pode fazer com que os seus clones apliquem junto com ele este temível especial, tirando ainda mais life. Durma com uma apelação dessa!



3º - Ultimate Psycho Crusher

Dono do golpe: M. Bison
Game: Street Fighter Alpha 3

Muita gente deve está se contorcendo por ver o M.Bison nessa lista, isso porque ele é um dos chefões mais sem moral dos games de luta. Eu concordo que o Bison não é um chefão lá muito poderoso, e talvez, por isso mesmo, os desenvolvedores do game SFA3 tenham tentado equilibrar as coisas dando a ele um especial completamente monstruoso. Eu já vi muitos especiais exagerados, mas este cá conseguiu superar tudo que já foi visto em matéria de exagero e extravagância. O cara simplesmente atravessa a tela inteira com um Psycho Crusher devastador de fazer inveja a qualquer foguete da Nasa e, como se não fosse o bastante, ainda mutila algo em torno de 80% da sua barra de life. O detalhe aqui é que este especial só pode ser executado pela CPU quando enfrentamos Bison no fim do game. Já no final do modo World Tour, Bison pode usar este especial quantas vezes quiser. É ou não é uma senhora apelação? Saca o vídeo dele abaixo para você ver só:

video



2º - Shun Goku Satsu 
(Wrath of the Raging Demon)

Dono do golpe: Akuma e outros imitões
Game: Todos em que o Akuma estiver presente

Senhoras e senhores, eu vos apresento um dos golpes mais lendários da história dos games de luta: o Shun Goku Satsu (SGS), também conhecido como "Apaga Luz" ou "Tela Branca do Akuma". Meu, na moral: imagine um golpe indefensável, que arranca um life descomunal e que termina de forma épica com aquele "ten" (天) ofuscante ao fundo. Isto, sim, é uma verdadeira obra de arte! Antes de aplicar este golpe, as palavras finais que o Akuma pronuncia são "Isshun Sengeki" (一瞬 千 撃), algo como "mil golpes em um instante". Saca só o terror:


video




Por ser extremamente épico, este golpe recebeu várias paródias engraçadas por aí, saca só abaixo:






Talvez alguém pergunte o que é que ocorre enquanto a luz está "apagada" (ou seria acesa?). Eu não sei exatamente o que se passa, mas provavelmente a vítima do SGS deve levar uma bela saraivada de golpes. Conta a história do Street Fighter que este golpe foi proibido pelo seu criador (e mestre do Akuma), o Goutetsu, pelo fato dele destruir a alma do oponente. Porém, este golpe proibido acabou sendo assimilado por Akuma, que usou-o para matar o seu próprio mestre. Pois é, não é à toa que Akuma significa "demônio", em japonês.


1º - Za Warudo


Dono do golpe: Dio Brando
Game: Jojo's Bizarre Adventure

Só existe um especial mais famoso e imponente que o Shun Goku Satsu neste universo e ele se chama ZA WARUDO!

Antes de falar sobre o milagre, vamos primeiro falar do santo: Dio Brando é um vilão do anime/mangá Jojo's Bizarre Adventure que ganhou fama intergaláctica justamente pelo seu famigerado golpe especial que é engraçado, exagerado e apelão ao mesmo tempo. O nome verdadeiro do seu golpe é "The World", que é pronunciado "Za Warudo" por causa do sotaque japonês do dublador. E o Za Warudo consiste em congelar o tempo invertendo as cores da tela, atacar o oponente com facas e cair com um rolo compressor em cima dele. E enquanto está em cima do rolo compressor, Dio grita "WRYYYYYYYYYYYYYYYY". Isso, sem dúvida, provou ser extremamente hilário e bizarro para aqueles que não estão familiarizados com as esquisitices da série Jojo. Outra frase popularizada pelo golpe foi a "Muda!" (que significa "inútil" ou "fútil" traduzido do japonês) que Dio pronuncia enquanto ataca o oponente com socos.
Este especial começou a ficar popular através de várias animações de bonecos-palitos que imitavam o golpe pela internet. Daí que virou um viral e acabou ganhando uma fama nunca antes vista.
Abaixo, alguns vídeos que descrevem por eles mesmos o espírito do Za Warudo!






A seguir, algumas paródias do Za Warudo:






Será que faltou algum golpe especial nesta lista?